PESQUISAR

À luz do Apocalipse

REF.:0010100000374

Em Stock
48H

7,00 IVA inc.

Quantidade

Ficha Técnica

Título: À luz do Apocalipse
Autor: D. Manuel Madureira Dias
Coleção: Verbum caro – 4
Ano de edição ou reimpressão: 2020
Editora: Secretariado Nacional Liturgia
Idioma: Português
Dimensões: 163 x 230 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 240
Peso: 340g
ISBN: 9789898877697

Sinopse

«As calamidades não são todas da mesma espécie: fome, guerra, epidemias ou pestes, cataclismos ou perseguições…De tudo isto parece falar-nos o Apocalipse. Mas, muitas vezes, tais calamidades não passam de imagens simbólicas para nos garantir que, por mais duras e cruéis que elas se afigurem, Deus continua a amar-nos e a estar do lado de todos quantos O queiram seguir com fidelidade. Cristo morreu, por todos numa cruz. Aparentemente, a sua morte foi um fracasso! Mas, ao terceiro dia ressuscitou e está vivo no seio do Pai, como corpo imolado e sangue derramado, para salvação da humanidade! Cristo venceu a morte! Nenhuma calamidade será maior que a força da sua ressurreição. É melhor cair nas mãos de Deus do que nas mãos dos homens!»

Sobre o autor

Manuel Madureira Dias, nasceu a 7 de janeiro de 1936, em Tarouquela, concelho de Cinfães e foi baptizado a 11 de janeiro do mesmo ano, na terra natal. Fez a escola primária na terra de origem e completou os estudos humanísticos e filosófico-teológicos nos Seminários da Arquidiocese de Évora.

Licenciou-se em Teologia, na Universidade Gregoriana de Roma; e, em Filosofia, na Universidade de Coimbra. Foi ordenado Presbítero, para a diocese de Évora, em 25 de junho de 1961. Na diocese, para que fora ordenado, exerceu os cargos de Prefeito e Vice-Reitor do Seminário Maior, durante seis anos; foi Pároco, em Elvas, durante oito anos. Leccionou Teologia no Seminário Maior de Évora, e, mais tarde, no Instituto Superior de Teologia na mesma cidade. Recebeu a ordenação episcopal em 19 de junho de 1988.

Entrou na diocese do Algarve, como bispo dessa diocese, em 10 de julho de 1988, onde exerceu o seu múnus pastoral até 27 de junho de 2004. Por necessidade de dar resposta a algumas urgências pastorais, publicou alguns pequenos livros de índole pastoral e catequética.

Por motivos de falta de saúde pediu dispensa do exercício da missão episcopal, aos sessenta e sete anos de idade. Desde então, reside em Évora, onde colabora com o Pároco local.

Back to Top