PESQUISAR

Esgotado

Porque andamos tão exaustos?

REF.:0010040000377

Out of stock
48H

14,40 IVA inc.

Ficha Técnica

Título: Porque andamos tão exaustos?
Autor: Vânia Castanheira
Ano de edição ou reimpressão: 2020
Editora: Arena
Idioma: Português
Dimensões: 151 x 230 x 12 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 184
Peso: 272g
ISBN: 9789896659189

Sinopse

Quantas vezes, depois de um dia de trabalho, foi para casa trabalhar? Quantas vezes acordou cansado? Este livro vai ajudá-lo a viver melhor e a evitar o Burnout, síndrome resultante de stress crónico no trabalho, numa linguagem acessível, com casos reais e exercícios práticos.

O burnout foi finalmente reconhecido pela Organização Mundial de Saúde como uma síndrome resultante de stress crónico no trabalho, que não foi bem gerido.

Fadiga, tristeza acentuada, irritabilidade, aborrecimento, perda de motivação, sobrecarga de trabalho, rigidez e inflexibilidade. Todos são comportamentos que podem significar um esgotamento profissional.

Neste livro da Medical Coach Vânia Castanheira, vai encontrar uma explicação detalhada do que é o Burnout, vai aprender a identificar os sintomas e de como evitá-lo. E como sair dele, caso já lá esteja, com muitas dicas práticas e fáceis de seguir.

Sobre o autor

Vânia Castanheira é Medical, Health, Wellness & Lifestyle Medicine com certificações ACC pelo ICF – InternationalCoach Federation; PMC – Medical Coach pelo Medical Coaching Institute of Israel; Health & Wellness Coach pela Wellcoaches e ACSM American College of Sports & Medicine; Lifestyle Medicine Coach pela American College of Lifestyle Medicine e; Lifestyle Medicine – Tools For Promoting Healthy Change pela Harvard Medical School). Membro do Institute of Coaching – Harvard Medical School.

Vânia nasceu em Lisboa, em 1981, e estudou Comunicação Social e Cultural na Universidade Católica Portuguesa. É autora do livro “O cancro foi a minha cura” e deu uma palestra no TEDx São Paulo Women, em 2015, no Brasil, país onde vive há 14 anos. É autora do blog www.minhavidacomigo.com e do projeto social “Lenços da Solidariedade”.

Back to Top