PESQUISAR

Esgotado

Jesus, um fio de sedução

REF.:0010060000571

Out of stock
48H

10,00 IVA inc.

Ficha Técnica

Título: Jesus, um fio de sedução
Autor: Arnaldo de Pinho
Ano de edição ou reimpressão: 2015
Editora: Letras e Coisas
Idioma: Português
Dimensões: 120 x 183 x 6 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 90
Peso: 120g
ISBN: 9789728908652

Sinopse

Arnaldo de Pinho, recentemente retirado dos trabalhos académicos, é um dos mais destacados teólogos portugueses do pós-Concílio, sobretudo na área da cristologia. A sua longa experiência pedagógica, acompanhada da investigação e do testemunho numa área tão sensível como a teologia da cultura, permite-lhe agora escrever um texto simples e rigoroso.

É um trabalho de maturidade que nos leva ao encontro dessa figura viva e apaixonante para os cristãos e incontornável para o pensamento, as artes e a literatura: Jesus Cristo. Em certo momento da sua reflexão, afirma o autor: A pretensão de Jesus ser o horizonte último de todas as referências de se sentar na cadeira de Moisés com autoridade, lá onde, como hoje, sempre se sentam e sentarão pequenos aprendizes, ridículos profetas e palavrosos ególatras, é demasiado frequente nos Evangelos, para não lhe darmos importância.

Jesus sentado na cadeira de Moisés, fazendo a confluência entre as promessas do Antigo Testamento e a sua própria pessoa, torna-se o último horizonte, onde se consumam todos os horizontes, e onde se extingue a soberba de todas as formas, mais ou menos veladas, de fundamentalismo.

Sobre o autor

Arnaldo Cardoso de Pinho (Moldes, Arouca, Área Metropolitana do Porto, 22 de junho de 1942) é um professor universitário, filósofo, teólogo e homem de cultura. Antigo Diretor e Membro do Centro de Estudos do Pensamento Português da Universidade Católica Portuguesa – Porto.

Foi ordenado padre a 1 de agosto de 1965, sendo atualmente Cónego e Presidente do Cabido da Sé da Diocese do Porto e Membro do Conselho Presbiteral. Arnaldo de Pinho nasceu no lugar de Fundo de Vila, em Moldes, Arouca em 1942.

Frequentou entre 1971 e 1976 a Universidade de Ciências Humanas de Estrasburgo, onde estudou Teologia e Filosofia, assim como História e Cultura Francesa, vindo a doutorar-se em Ciências Religiosas. Doutorou-se ainda em Salamanca no ano de 1987, na Universidade Pontifícia. É professor catedrático jubilado da Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa, tendo também sido diretor da Faculdade de Teologia (Porto).

É mais um arouquense muito ligado à cidade do Porto e às suas instituições universitárias e de cultura. Tem inúmeros artigos publicados, sobretudo na revista Communio, Humanistica e Teologia, Diálogo Ecumenico (Salamanca), Nova Renascença. Tem colaborado em vários Congressos e Colóquios em Portugal e no Estrangeiro.

Back to Top